24maio

Mamaço nacional no Rio de Janeiro

Chegou a oportunidade das mamães cariocas defenderem seu direito de amamentar em público! Eu ainda estava de férias no dia do histórico mamaço em São Paulo, mas abri um sorriso enorme de satisfação ao ver a linda imagem do evento ilustrando a primeira página de um dos principais jornais do país. Por que é tão importante amamentar em público? Primeiro, porque é um direito do bebê ser alimentado na hora que deseja e porque é um direito da mãe alimentar seu filho da maneira como quer, onde e quando julgar necessário. E segundo porque uma cultura de amamentação não se cria em guetos! É preciso que as crianças de hoje vejam os bebês sendo amamentados e que possam julgar esta ação como um ato corriqueiro em nossas rotinas… essas experiências ficam registradas e, com sorte, teremos uma próxima geração que veja a amamentação com bons olhos, como um ato natural, fisiológico, parte da rotina de todo bebê. Para desmistificar a amamentação é preciso que ela seja vista, falada, discutida. Se as mulheres saem às ruas, elas se encontram e, mais do que botar seus peitos pra fora, colocam-se como cidadãs, cujos direitos precisam ser respeitados. Por essas e outras razões, dou a maior força para que as mamães e suas gloriosas tetas saiam e ocupem os espaços públicos!

Blog da Maribel Barreto, organizadora do evento, com todo o serviço: Um Blog de Mãe

Quando? Dia 5 de Junho

Onde? Parque Lage – Jardim Botânico, Rio de Janeiro

Que horas? 10 da manhã

E aqui você pode ver as outras manifestações Brasil afora.

18maio

Dia Mundial de Doação de Leite Materno – 19 de maio

Estamos de volta!

E nada melhor do que celebrar um ato tão nobre como a doação de leite materno, não?

A partir do ano que vem, a data será celebrada no dia 19 de maio como em todos os lugares do mundo, porém este ano as celebrações já começaram. É essencial que todas as mulheres que amamentam entendam a importância de doar a produção excedente: esse leite será ofertado aos prematuros internados, aos bebês cujas mães são portadoras e HIV e outros vírus que impedem a amamentação e a todos aqueles que pelos mais diversos infortúnios, não tiveram a grata satisfação de mamar ao seio de suas mães.

Muitas mães tem medo de doar leite e não ter o suficiente para seus próprios bebês. Pois fique atenta: essa possibilidade não existe! Quando mais você estimula sua produção, mais leite você terá. Portanto, sempre que possível, reserve um tempinho para esta nobre arte. Os bebês internados agradecem!

Abaixo, coloco alguns links onde vocês podem obter informações práticas sobre a ordenha, armazenamento e como doar o leite excedente. Caso tenham dúvidas, por favor entrem em contato através dos comentários ou email, terei o maior prazer em responder.

A instituição responsável pela coleta de leite materno doado é o Banco de Leite Humano. Para encontrar o Banco de Leite Humano mais próximo de você, entre aqui.

Para mais informações sobre ordenha, armazenamento e doação, entre aquiaqui.